Jurados

Janne Ruth

 

Delegada do Conselho Brasileiro da Dança no Ceará – CBDD – CID - UNESCO. Coordenadora do Fórum e dos Grupos de dança do Ceará, Diretora e Fundadora da Escola de Ballet Janne Ruth, da ONG – Grupo BCAD e do Festival Internacional de Dança de Fortaleza e interinamente do Ceará. Em 2016, completou 50 anos de dança.

Professora e Coreógrafa, Baiana de Vitória da Conquista, Formada em Ballet Clássico e Metodologia do Ensino da Dança pela Escola de Ballet Hugo Bianchi 1979 e Formação nos nove estilos em Salvador (BA) pela Escola Dance Center em 1979 - afiliada da Universidade Católica da Bahia - É Geóloga e assistente Social. É professora, coreógrafa, palestrante, produtora e gestora social e cultural, tem mestrado em Dança pela UNIC - União Internacional de Intercâmbio Cultural; Estados Unidos e França, realizado em 1982. Fundou sua Escola de Balllet em Fortaleza em 1981, em 1991 a Cia de Dança Janne Ruth. Em 1994 Fundou também a ONG Grupo Bailarinos de Cristo Amor e Doações. Janne Ruth é ainda idealizadora e diretora do FENDAFOR – Festival Internacional de Dança de Fortaleza e Itinerante do Ceará, em sua 18ª Edição, o Festival acontece desde 2000 em Fortaleza e mais 14 municípios.

Nos últimos 24 anos são 17.000 mil crianças e jovens atendidos, mais de 2000 alunos formados em Ballet Clássico, 57 Tournées realizadas; 06 internacionais e 51 nacionais, protagonista ainda de 480 prêmios no Brasil e no exterior. Janne Ruth é ainda idealizadora e diretora do FENDAFOR – Festival Internacional de Dança de Fortaleza e Itinerante do Ceará que acontece desde 2000 em Fortaleza e mais 16 municípios do estado do Ceará.

Em 2011 Fundou o Curso Vila Cultural, Qualificação e Intercâmbio em Dança e Teatro para agentes culturais do interior do estado do Ceará. Com esse curso já atendeu 64 municípios do Ceará e alguns da Paraíba, são mais de 250 artistas beneficiados e capacitados através dessa ação e em 2016 Fundou o Festival de Dança do CBDD – Conselho Brasileiro da Dança; O CBDD – Conselho Brasileiro da Dança, órgão filiado a UNESCO e ao Conseil da La Dance Brasil el México.

Luis Rubéns Gonzalez

 

Nascido em Santa Clara, província de Villa Clara, começou seus estudos de ballet aos 9 anos de idade, na Escola Provincial de arte Olga Alonso. Depois do 5º ano de ballet foi estudar na Escola Provincial de Matanzas. Foi aprovado para a Escola Nacional de Ballet de Havana (Cuba) onde se formou com o diploma de bailarino-Professor no ano de 1999/2000.

Neste mesmo ano ingressou na Companhia de Ballet Clássico de Camaguey onde desempenhou papéis importantes como primeiro bailarino. Esta companhia possui um repertório  muito variado onde constam obras de estilos: Clássico, neoclássico e contemporâneo.

Trabalhou com maestros e coreógrafos de renome internacional como:

- Alberto Mendes (Cuba);

- Osvaldo Beiro (Cuba);

- José Antonio Chavez (Cuba);

- Ivan Alonso (Cuba);

- Eddy Borges (Cuba);

- Pablo Morel (Cuba);

- Hector Figueredo (Cuba);

- Fernando Alonso (Cuba);

- René de Cardenas (Cuba);

- Giselle Santoro (Brasil);

- Irene Schneider (Alemanha);

- Ciril Atanassof (França);

- Laura Alonso (Cuba);

- Márcia Rolon (Brasil);

- Beatriz de Almeida (Brasil), entre outros.

- Li Yamin (China)

- Rose (Espanha)

Arthur Oliveira

 

Diretor da Promodança Norte e Nordeste  e da Cia Estável Promodança,  delegado do Conselho Brasileiro de Dança do RN, iniciou seus estudos na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, na Cia dos Meninos sob a direção de Edson Claro; passou pelo Escola Municipal do professor Roosevelte Pimenta de Natal  e pela Capitania das Artes; foi bailarino e professor do Studio Corpo de Baile. Em 2008 ganhou o título de melhor bailarino do RN, em 2010, 2016 e 2017,o título de melhor bailarino do Fendafor. Possui em seu currículo mais de 100 premiações como bailarino e coreógrafo em diversos festivais pelo Brasil.
Já atuou com os coreógrafos: Luiz Arrieta,Edson Claro, Mário nascimento, Gleydson Oliveira, Clécio Oliveira, Marcelo Pereira, Anízia Marques, Fátima Sena,Ivonice Satie e Maria Cardoso. Atualmente é produtor e diretor do Dança Mossoró, Festival do CBDD, Festival Livre de Campina Grande, diretor do Seminário Norte e Nordeste e do Café com Dança do RN.

Bia Cagliani

Bia Cagliani é Bacharel pela turma de 2007.1 em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Paraíba e Especialista em Representação Teatral, 2009, pela mesma instituição. Desde criança estuda teatro, dança e música, porém começou a encarar a arte como profissão aos 12 anos com seu primeiro espetáculo profissional, o musical infantil de 1995, “Rock Monstro” (dir. Carlos Anisio). Na dança seus principais mestres foram  a argentina Rosa Cagliani e Canízio Vitório, já no teatro a referência principal é Valeska Picado. Atua como atriz, bailarina, coreógrafa e diretora integrando os grupos Deuzeruora Vamimbora (teatro), ACena (dança) e Turma do Meio (teatro). Desde 2002 integra o corpo docente da Associação Fazendo Arte, onde ministra aulas de teatro e dança para crianças e jovens, coordena eventos e dirige espetáculos. Ainda ocupa o cargo de Gerente Operacional de Difusão da Dança da SECult-PB desde fevereiro de 2011. Em 2017 passou a fazer parte do Conselho Estadual de cultura da Paraíba com Suplente e também do Conselho Brasileiro de Dança na Paraíba na qualidade de Conselheira. Atuou como Jurada no Carnaval Tradição de João Pessoa (2010), no Festival de Parintins (2016) e no Desfile das Escolas de Samba de São Paulo (2017).

Isabella Rodrigues

 

Professora formada e registrada pela Royal Academy of Dance, atua como bailarina professora e diretora do Raça Centro de Artes. Bailarina representante da Capézio no Brasil. Estudou ballet clássico com maitres como: Toshie Kobayashi, Jorge Texera, Thadeu de Carvalho, Ricardo Scheir e outros. Em 2015, recebeu o prêmio de melhor bailarina do Festival de Dança de Joinville.

Marize Matias

Marize Matias, bailarina, professora e coreógrafa com especialização em New York em Modern Dance e Modern Jazz pela Martha Graham, Alvin Ailey, José Limon entre outros renomados nomes.
Como bailarina atuou no Grupo Ismael Guiser  em papéis de destaque. Dançou coreografias de Luiz Arrieta, Victor Navarro, Ismael Guiser, Sonia Mota, Suzana Yamauchi, Yoko Okada, Lennie Dale (também como sua assistente).
Como coreógrafa, além de montar trabalhos para sua própria Companhia desenvolveu criações para vários Grupos e Cias de Dança de São Paulo e interiores, Santos, Belo Horizonte, Maceió, Recife, Bahia, Assuncion ( Paraguai).
Levou seu conhecimento e sua técnica a importantes Companhias e Festivais do Brasil e America Latina, tais como: Ballet Da Cidade de São Paulo, Escola Municipal de Bailados de São Paulo, Oficinas do Estado, Escola Municipal de Bailados de Assunción, Universidade Federal de Alagoas, ETA ( Escola Técnica de Artes - Maceió / Al ), Projeto Interior pelo Estado de São Paulo e Prefeituras; Mostras e Ciclos de Dança de Recife e Natal,por 2 anos consecutivos ; FIC ( Formação Inicial e Continuada pela Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri); Festival Danza America em Córdoba; Concurso Nacional de Danza em Assunción por 4 anos seguidos; Bento em Dança; Encontro de Dança Marilia, por 2 anos consecutivos; Festival de Dança Centro-Oeste; Fórum de Dança de São José do Rio Preto; Mapa Cultural pela Sec. De Cultura do Estado De São Paulo; Mapa Cultural Paulista; Fest Dance Mossoró entre outros
Durante 3 anos coordenou a área de Dança da Fundação Teatro Deodoro em Alagoas e de 2012 a 2015 foi Consultora de Metodologia em Dança Moderna do Núcleo de Artes Cênicas Sebastian.
Atualmente leciona Modern Jazz e Modern Contemporary no Espaço Eldorado Escola de Dança e no Studio Le Jeté.

Alex Lima

Com uma experiência de 14 anos no mundo da dança atuando como bailarino, coreógrafo, professor e também como jurado em outros festivais no Brasil, iniciou sua carreira no Ballet Harmonia onde logo após integrou a Cia de Dança de Campinas, sendo orientado pela Mestre e Examinadora da Royal Academy of Dance Rosana Presente, graduando-se pelo método Royal de Ballet Clássico.

Em 2011 integrou a Independente Cia de Dança Claudia Pereira, onde deu andamento aos seus projetos como bailarino, professor e coreógrafo em diversas academias de Campinas e região tendo coreografias indicadas para os maiores festivais do Brasil como em eventos no exterior. Profissional teve oportunidade de realizar diversas especializações de Ballet clássico, moderno e contemporâneo no exterior atuando em cursos na BDC (Broadway Dance Center) de New York e na IALS (Instituto Adestramento Lavoratori dello Spettacolo) em Roma. Desde 2015 atua como representante das competições internacionais de dança Livorno in Danza na Itália e Amsterdanz na Holanda, selecionando diversas academias para representar o Brasil nas competições internacionais.

Em sua lista de espetáculos e repertórios destaca-se participação em peças clássicas como O Quebra Nozes, La Fille Mal Gardeé, Giselle, Bela Adormecida e Coppélia, já tendo interpretado outros ballets como Corsário, Don Quixote, Harlequinade, Pássaro Azul e Cisne Negro. Destaque aos espetáculos realizados em parceria com a prefeitura de Campinas da Fantástica Fabrica de Natal, Magia do Natal e Suíte de Quebra Nozes, entre outras dezenas de trabalhos realizados.

Em sua lista de mestres que trabalhou tem entre eles Claudia Pereira, Ruben Terranova, Felix Rodrigues, Miguel Ropo, Maria Del Carmen Hecha, Sahyli Presmanes, Arilton Assunção, Massimiliano Petrangeli, Roberta Fontana, Gaia Lemmi, Leonarda Raimondi, Alex Imburgia, Roberto Salaorni, Vanessa França, Hannah Frederick, Ryan Daniel Beck, Tom Richardson, Sheila Barker, Sue Samuels, Greg Zane, Richard Bowman, Benoit Swan-Pouffer, entre outros.

Lucas Lima

Professor nas modalidades de Dança Irlandesa (sapateado Irlandês) e teatro. Estudante e pesquisador da área mantenho um trabalho de aprendizado e desenvolvimento nas disciplinas, afim de que a experiência do aluno seja de vivencia intensa nas modalidades.

Com experiência em dança irlandesa pela Tighe School (Dublin, Irlanda). Realizo um trabalho em cima de uma metodologia embasada e testada há anos sobre a dança irlandesa, que consiste em exercícios que visam coordenação motora, sincronismo e agilidade do bailarino, assim como melhora de sua capacidade de assimilação dos exercícios.

Fui professor de dança Irlandesa e sapateado americano na academia Versátil Cia de Dança, atual conservatório campinas. Na qual fui interprete por 7 anos com os grupos de competição. Meu trabalho seguiu por mais 3 anos como professor de dança irlandesa da academia Viva Arte. E há 6 anos atuo como professor da mesma modalidade no Clube Atlético Valinhense e também como professor de sapateado americano.

No sapateado americano sigo a metodologia Marchina, bem como as anotações do kahnotation trazidas ao Brasil por Kika Sampaio. Dentro da modalidade fiz cursos e aulas com renomados nomes como Steven Harper, Kika Sampaio, Marchina, Adriana Salomão, Charles Renato, Thiago Marcelino, Christiane Matallo, Keith Terry, Monique Matos,  Jakari Sherman entre outros.

Em 2017 fiz parte do Winter class em Toronto no Canadá na escola Joy of dance centre, programa que durou 2 meses junto de diversos nomes do sapateado canadense, ainda no Canadá estudei psicomotricidade e arte terapia na universidade de Toronto com aprimoramento das técnicas mencionadas

Meu conhecimento sobre teatro se dá, a partir de estudos na Universidade de Campinas, onde participei ativamente do grupo experimental de teatro, e também do grupo de teatro Atlanta, onde participei alguns meses em duas montagens.

Como diretor, criei alguns musicais na academia de danças Versátil, assim como participei de festivais e aulas da modalidade.

Minha metodologia para o teatro vem sendo desenvolvida há algum tempo sobre diversos estudos, e criei algumas disciplinas a serem desenvolvidas dentro da modalidade e em cada nível. Que são elas: Expressão (contato direto com os sentimentos e como trabalhar cada um deles); Voz (Fonação, dicção e exercícios de respiração); Teatro (leitura interpretada, música falada, iniciação para interpretação); Contato improvisação (Conhecer o corpo, técnicas de improviso teatrais e jogos de comédia); exercícios de atuação (interpretação e criação de personagens).

Sigo ativamente algumas linhas de estudos assim como seus criadores para gerar novas técnicas e maneira de se pensar em teatro como arte. São elas:

  • Constantin Stanislavski;

  • Gerald Thomas;

  • William Shakespeare;

  • Drew Carey;

Teatro do Oprimido.

Luis Rodrigues Silva

Iniciou na dança em 2001, praticando Ballet Clássico, Jazz e Danças Urbanas.

Nas Danças Urbanas estudou com Julio Lima, Clécio de Souza, Vanessa Santos, Henrique Bianchine,  Edson Guiu, André Rockmaster e diversos outros nomes da dança, participou de eventos  como Festival de Joinville, Fih2, Meeting Hip Hop, Passo de Arte e Rio H2k.

Iniciou como professor dando aulas de Danças Urbanas em 2007.

Coreógrafo de grupos premiados em diversos festivais nacionais.

Iniciou seus estudos em danças de salão em 2010, tendo estudado com renomados professores, dando ênfase em seus estudos no estilo “zouk”, o qual em 2013 passou a organizar o congresso Campinas Dança Zouk, o maior congresso de Zouk do interior paulista.

Hoje, desenvolve trabalho na linha Black e contemporânea do zouk, juntamente ao trabalho de consciência e dissociação corporal.

Ministra aulas regulares nas cidades de Campinas e Valinhos, e workshops, em diversas cidades.

Daniel Canedo

Iniciou seus estudos em Patos de Minas-MG na Academia Lucia Queiroz, onde participou de vários concursos pelo Brasil.

 

Mudou-se para Belo Horizonte MG em 2005 para cursar o curso técnico de Dança do CEFAR

Palácio das Artes, onde formou seus estudos em 2008.

 

Em Belo Horizonte, no período de 2006 a 2010 integrou-se a Decima Cia de Danço, a primeira

formação do grupo Ballet Jovem do Palácio das Artes e foi solista da Sesi Minas Cia de Dança.

 

Em 2010 conseguiu contrato com a Cia Internacional, Dance Alive National Ballet, Florida, EUA, onde morou por três anos.

 

Voltou para Belo Horizonte em 2013, onde hoje administra a escola de Dança Prelúdio Dance, curador do curso Dança das Gerais em Belo Horizonte, do Patos In Dança em Patos de Minas e é criador e diretor do Terceiro Sinal Grupo de Dança.

IZABEL COSTA

Artista da Dança com mais de 40 anos de atuação como bailarina, pesquisadora, coreógrafa, diretora de espetáculos, professora e militante da resistência cultural, foi a fundadora do Grupo Corpo  em 1975, o qual dirigiu até 1984 quando se mudou para São Paulo como convidada do mestre Klauss Vianna para uma pesquisa do CNPq.

Desde então desenvolve trabalhos a partir de manifestações populares e eruditas e de legados de artistas como Eros Volúsia e Isadora Duncan.

Atuou nos principais papéis de grandes espetáculos como Maria Maria (coreog. Oscar Araiz – de 1976 a 1979), Dã Dá Corpo (coreog. Klauss Vianna - 1987), Sete Danças para Villa-Lobos (coreog. Oscar Araiz - 1994) e Paisagens Imaginárias (coreog. Izabel Costa - 2005), além de atuações em cinema, teatro, vídeos, festivais e outras performances artísticas.

 

Já deu cursos e coreografou para várias escolas de dança. Desde 1999, ministra aulas e workshops em seu Studio Izabel Costa (Belo Horizonte) onde defende a cultura brasileira como uma cultura vocacionada principalmente para a Dança.

 

Atualmente faz parte do trabalho sobre dança contemporânea, CORPOESIA com direção de Dadier Aguilera.